VOCÊ ESTÁ OUVINDO

Programa Catalão em Ação

Com: Divino Rodrigues
Horário: 12:00 - 13:30
AS MAIS + DA LASER
  • 1
    Marília Mendonça

    Marília Mendonça

    Amante não tem lar
  • 2
    Anitta

    Anitta

    Paradinha
  • 3
    Gusttavo Lima

    Gusttavo Lima

    Abre o Portão que eu Cheguei
  • 4
    Marcos e Belutti

    Marcos e Belutti

    Eu era
  • 5
    Máida e Marcelo

    Máida e Marcelo

    Pra mim Continua
  • 6
    Racyne e Rafael

    Racyne e Rafael

    Cabaré
PUBLICIDADES
ESTATÍSTICAS
    Usuários Online:  4
 

Notícias » Mundo

04 de Agosto de 2017
Idosa que quer se formar em veterinária cria hotel para animais de rua na porta de casa
Impossibilitada de receber mais animais no hotel, Raimunda apela aos moradores de Ananindeua e de Belém interessadas em adotar algum dos seus hóspedes.
Clique para ampliar

A funcionária pública Raimunda Antônia da Silva, de 70 anos, ficava de coração partido cada vez que via um cachorro ou um gato abandonado na rua. Inconformada, resolveu criar um hotel para abrigá-los em frente à sua casa, na Cidade Nova 8, WE 26, em Ananindeua, região metropolitana de Belém. Atualmente sete "fofuras" (como ela os chama) aguardam adoção no hotel.

“Me chamam de louca, mas eu não dou importância. Não considero loucura amar os animais”, diz a mulher, que anda preocupada porque não tem como acolher um número maior de bichinhos. O sonho de Raimunda é estudar medicina veterinária, oferecer consultas populares e montar um lar acolhedor para animais.

Além dos bichos no hotel, a idosa cuida hoje dos dez cães e quatro gatos que moram com ela e são tratados como filhos. Raimunda também se dedica a procurar pessoas interessadas em adotar os bichinhos, principalmente os gatos, abandonados em maior número que os cães. “O povo os abandona porque o cio das gatas é maior que os das cachorrinhas”, explica.

Raimunda Antônia criou hotel em frente à sua casa para acolher animais (Foto: Foto: Reprodução Ádna Figueira)Raimunda Antônia criou hotel em frente à sua casa para acolher animais (Foto: Foto: Reprodução Ádna Figueira)Raimunda Antônia criou hotel em frente à sua casa para acolher animais (Foto: Foto: Reprodução Ádna Figueira)

Raimunda aprendeu a amar os animais com o pai. “O amor incondicional dele pelos bichinhos me inspirou e despertou em mim a vontade de ajudá-los. A fome dos cachorrinhos me incomodava, e eu sempre colocava comida e água pra eles na calçada. Sem ter como continuar abrigando todos dentro de casa, há um ano chamei um pedreiro e pedi que construísse o hotel na calçada da minha casa”, afirma.

A funcionária pública recebe a ajuda do Centro de Controle de Zoonoses para castrar os bichinhos. Ela guarda cuidadosamente em uma pasta as carteiras de vacinação e os cartões de castração no órgão municipal para repassar às possíveis pessoas interessadas em adoção. “Construí uma relação de parceria com o Zoonoses e, às vezes, eles me ligam pra saber se tem algum hóspede pra ser castrado”, explica.

Gato é acolhido em hotel pet (Foto: Foto: Reprodução Ádna Figueira)Gato é acolhido em hotel pet (Foto: Foto: Reprodução Ádna Figueira)
Gato é acolhido em hotel pet (Foto: Foto: Reprodução Ádna Figueira)

Raimunda também recebeu orientações do centro para cuidar dos hóspedes no período pós-operatório. E quando um deles adoece, ela mesma cuida. Raimunda aprendeu muita coisa em livros, mas ainda sonha em fazer uma faculdade. Já decidiu que ano que vem irá prestar o Enem.

 

Adoção

 

Impossibilitada de receber mais animais no hotel, Raimunda apela aos moradores de Ananindeua e de Belém interessadas em adotar algum dos seus hóspedes. “Peço que adotem, pois o meu espaço não é grande. Todos eles estão saldáveis e à espera de um lar”, diz. Além disso, ela faz questão de conversar pessoalmente com os interessados. “Não acho legal doar na Praça, porque gosto de conhecer as pessoas que estão interessadas em adotar. Afinal, quero ter a certeza de que eles vão para um bom lar”.

Serviço: Interessados em adotar podem procurar Raimunda Antônia na Cidade Nova 8, WE 26, nº 232 – município de Ananindeua, região metropolitana de Belém. Telefone: (91) 98092 6951.

(Fonte: G1.globo.com)


+ NOTÍCIAS


Copyright © 2017 - << Rádio Laser FM - Catalão-GO >>