ESTAMOS APRESENTANDO

Programa Corujão Sertanejo

Com: Marcão da Coruja
Horário: 19:00 - 21:00
AS MAIS + DA LASER
  • 1
    MATOGROSSO E MATHIAS

    MATOGROSSO E MATHIAS

    PEDAÇO DE MINHA VIDA
  • 2
    TRIO PARADA DURA

    TRIO PARADA DURA

    BARRA PESADA
  • 3
    CARMEN SILVA

    CARMEN SILVA

    ADEUS SOLIDÃO
  • 4
    CHICO REY E PARANÁ

    CHICO REY E PARANÁ

    CANARINHO PRISIONEIRO
  • 5
    TRIO BATIDÃO

    TRIO BATIDÃO

    VELHO AMANTE
  • 6
    TRIO PARADA DURA

    TRIO PARADA DURA

    BRINCO DE OURO
  • 7
    JULIO IGLESIAS

    JULIO IGLESIAS

    HEY
  • 8
    ALAN E ALADIM

    ALAN E ALADIM

    LIGUEI PRA DIZER QUE TE AMO
PUBLICIDADES
ESTATÍSTICAS
    Usuários Online:  4
 

Notícias » Goiás

02 de Setembro de 2021
Mulher é suspeita de contratar jovem para fingir assalto e agredir marido para se vingar de violência doméstica, diz polícia
Segundo delegado, mulher pagou R$ 300 e deu os itens que foram roubados da casa. Jovem e comparsa fingiram prender a moradora no banheiro e renderam o homem.
Clique para ampliar

Uma mulher é investigada pela Polícia Civil como suspeita de contratar um jovem para fingir um assalto e agredir o marido dela dentro de casa para se vingar de violência doméstica, segundo o delegado Murillo Leal. O caso aconteceu em 1º de abril deste ano, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

"Ela confessa a participação no roubo. Disse que sofreu violência doméstica dias antes do crime e queria se vingar com as próprias mãos", afirmou Leal.

O delegado explicou que quatro homens participaram do plano. Um deles, Carlos Henrique Gomes da Silva Lira, de 19 anos, foi preso temporariamente na segunda-feira (30). O jovem admitiu o crime em depoimento. Os demais foram identificados e podem ter a prisão temporária pedida também.

Segundo a polícia, Carlos Henrique não apresentou advogado de defesa até a publicação desta reportagem. Por isso, o G1 não localizou a defesa para se manifestar sobre a prisão.

A investigação descobriu que a suspeita pagou R$ 300 para Carlos Henrique contratar mais três comparsas para cometer o roubo e a agressão contra o marido. Ela também disse, de acordo com o delegado, que o grupo também ficaria com os itens roubados.

Segundo a polícia, eles levaram R$ 600 em dinheiro, calçados, dois celulares, perfumes e uma arma de pressão.

A mulher não foi presa porque não tem passagens pela polícia e colaborou com a investigação, conforme o delegado. Porém, ela será indiciada por roubo majorado por concurso de pessoas e uso de arma branca.

A polícia disse que o jovem também é suspeito de praticar diversos furtos e roubos a residências. Por isso, acredita que a divulgação da imagem dele pode auxiliar no surgimento de outras vítimas.

Como foi o roubo

 

A mulher esperou o marido dormir em uma rede para abrir a residência para os quatro jovens entrarem. Segundo a investigação, os suspeitos fingiram prender a companheira no banheiro e agrediram a vítima com socos e pontapés.

Eles ainda usaram facas durante o falso assalto. Um jovem pressionou uma delas no pescoço do homem e outra nas costas. Depois, amarram a vítima e roubaram a casa.

O delegado Murillo Leal disse que a vítima é segurança e tinha falado de brincadeira à esposa, dias antes, que um de seus celulares tinha dispositivo de localização tão sofisticado que seria encontrado em qualquer lugar.

"Por concidência, esse celular foi o único a não ser roubado dentro da casa. A partir daí, o próprio esposo começou a desconfiar da mulher. O roubo foi comunicado e usamos esse fato curioso como uma linha de apuração para chegar nela e nos suspeitos", esclareceu o delegado.


(Fonte: G1/Goiás)


+ NOTÍCIAS


Copyright © 2021 - << Rádio Laser FM - Catalão-GO>>